Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

sábado, 27 de março de 2010

A volta de um velho poeta

Dos velhos tempos de biblioteca do CEREQ (EEQ) ainda me recordo dos livros do Roraima, e num é que eles ressucitaram essa semana através do Poeta Fred Caju - que num ataque insano de datilografista digitou dois livros do cara. Viva a loucura do poeta! Evoé Caju, Evoé Roraima.
Trarei de volta o brilho da poesia desse ilustre poeta pernambunano em pequenas pitatadas para que as pessoas acostumem seu paladar a tal tempero poético:



Bloco de Notas



Mira-te neste espelho
apanha um bloco
anota tuas aventuras
és filho do mundo
amante do berço
neto do colo
órfão de carinho
irmão da fome
divorciado do espírito
banido dos templos
sem tribo
sem rumo
és homem
és nômade.

Roraima Alves da Costa

2 comentários: