Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Ainda sobre panfletos

Já que os panfletos marcianos saíram, vou deixar o poema-título de um mosquito de minha autoria que passou seis volumes voando pelas bibliotecas da Universidade Federal de Pernambuco durante o ano de 2009.


AMPLITUDE COMPACTA

Um canto em cada canto,
sendo amplo mas nem tanto.

Compacto: sem nenhum pacto
de sempre causar impacto.

Também detém um encanto
que dissolve todo pranto.

Sintético, mas gigante
como um silêncio gritante.

Quer apenas um recanto,
nem herético nem santo.


Fred Caju

2 comentários: