Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Receita Musical - Aula número 8

Nota do autor, para o Poetas de Marte:
Chegou ao meu conhecimento que alguns dos leitores da coluna estão achando as aulas um tanto quanto complicadas demais.Isso é até algo normal, afinal, a medida em que avançamos com o conteúdo as aulas vão ficando cada vez mais complexas e, é evidente, que um(a) ou outro(a) leitor(a) se atrapalhe um pouco. O que não é normal é você, caro(a) leitor(a), não comentar as aulas e expor suas dúvidas. Enquanto vocês silenciam eu de cá acredito que está tudo muito bem, tudo correndo bem! Espero que quem acompanha a coluna, seja aqui no Poetas de Marte ou no PanelaMusical, site de origem da coluna, passe a comentar e a expor suas dúvidas com mais frequência a partir de agora. Forte abraça a todos e obrigado pela apreciação da coluna.

Kleves Gomes 
______________________________________________________________
Na aula passada mudamos o foco da leitura básica em pauta para um estudo básico da compreensão do que é tempo, ao qual chamamos de pulso, e do ritmo. Dando continuidade, abordaremos, de uma forma mais teórica, o pulso e o ritmo hoje. É sempre bom aprofundar um pouco, a fim de que compreendamos melhor as bases, antes de descarregarmos em nossas cabeças uma quantidade vasta de conteúdos a serem estudados!
Falamos na aula passada que o coração, o músculo propriamente dito, tem uma relação bastante peculiar com a música. O coração é o órgão responsável pelo bombeamento do sangue que irriga os nossos corpos, assim como os dos demais animais. Em seus movimentos de sístole e diástole o coração produz uma sequência de batidas, as quais representamos pela seguinte onomatopéia: tun dun! Esses dois sons geralmente batem em uma sequência igual, alterando somente a velocidade. Quando essas batidas não estão em uma sequência correta de tempo, ou seja, quando estão fora de ritmo (acelera ou retarda repentinamente sem motivo), caracterizam um problema cardíaco chamado arritmia cardíaca (a= ausência, arritmia= ausência de ritmo, que ocorre em músicas eruditas contemporâneas e em muitos estilos de músicas populares). Quando um adulto está parado, sem atividades físicas e despreocupado, geralmente enquanto dorme, seu coração mantém, em média, 70bpm (batidas por minuto). Quando esse mesmo indivíduo está correndo, ou sobre forte estresse emocional, essa batida fica em torno de 140bpm (estamos considerando uma atividade intensa ou um grau de estresse elevado).
Da mesma forma que o coração desse adulto nos permite a percepção de que ele hora esteve calmo e posteriormente esteve agitado, o tempo musical, ou pulso, nos mostra quando a música está num movimento lento, médio e/ou rápido, a esse evento chamamos andamento, ou seja, a forma como a música anda.
Costumamos empregar a palavra "ritmo" aos movimentos do nosso cotidiano. Por exemplo:
"Marieta hoje está num ritmo lento! Quase não assou batas fritas para os clientes!".
"Meu irmão! O Marcão tá num ritmo frenético, meu velho! Saca só quantas ondas ele pegou hoje! Maneiro meu irmão!".
Pois bem, ritmo é justamente isso! É o movimento das coisas, ou melhor, é a forma como as coisas andam de acordo com cada situação. Marieta deve estar sonolenta (foi para a balada e não dormiu), provavelmente seu coração está lento, por isso ela não está num ritmo acelerado. Se por acaso ela estivesse estressada, o que indicaria uma aceleração dos seu batimentos cardíacos, ao invés das pessoas reclamarem da sua baixa produtividade, reclamariam na verdade dos prejuízos causados por ela (ela queimaria muita comida de uma vez só, algo bem típico de uma pessoa estressada, querer mostrar serviço e fazer... besteiras! rsrsrs). Já o coração do Marcão com toda certeza está super acelerado, talvez a mais de 140bpm, isso porque ele está surfando, o que representa a soma de esforço físico mais atenção e "medo" (atenção + medo= adrenalina, hormônio liberado pelo corpo para acelerar os batimentos cardíacos e nos dar a sensação de excitação, muito comum entre os surfistas). Se o coração dele estivesse lento ele provavelmente estaria passando mal (pressão baixa)!
Na música o pulso precede o ritmo, como na vida as batidas do coração precedem o ritmo humano. Se temos um pulso lento, logo, teremos uma música lenta; se temos batidas cardíacas lentas, provavelmente , teremos alguém com baixa atividade física e/ou emocional.
Hora do exercício.
Os exercícios solicitados na última aula devem ser repetidos nesta semana! Só que agora o desafio é maior! Vocês devem tentar diminuir o tempo total. Ao invés de realizarem o exercício em 4s, vocês deverão fazê-lo em 2s, o que os levará a ter que repartir 1s em duas partes. Tentem descobrir como fazer isso sozinhos, por enquanto. Devido a falta de aula na semana passada, a aula número 9 será postada entre quinta e sexta-feira, até lá pratiquem o exercício! Dúvidas já sabem o que fazer, embora nunca o façam, comentem! Abraço a todos!

Um comentário:

  1. já passei a vista, repassarei em breve minhas dúvidas de acordo com a minha digestão da aula.
    bom feriado

    ResponderExcluir