Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

MARTELO DE OGUM

Sou eu quem faz o metal se curvar
em ponta de lança que
pára o coração.

Sou eu quem faz o metal se curvar
em pedestais, em estantes,
em porta-retratos,

agulhas-de-costura, zippers,
bombas , cápsulas lunares,
pratos de bateria.

Em navalhas que cortam as gargantas
de homens que gritam
parecendo porcos.

Sou eu quem faz o metal se curvar
em arado penetrando
os vincos do solo sedento

Sou eu quem faz o metal se curvar
nos sulcos da terra e além do topo
do arranha-céu.

Sou eu quem faz se curvar o metal,
dura sinapse cerebral
em teia neural.

2 comentários: