Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Millôr por D.Everson

Estava de visita no Lacunas do Tempos e vi lá na barra lateral o vídeo que eu tinha gravado tempos atrás em um encontro poétilico com D.Everson (evidente), Ane Montarroyos, Dennis Anderson, Renata Santana e Ricardo Wanderley. Segue aí o vídeo que a ruiva subiu pra internet, eu gravei e Daniel recitou:


POEMINHA INCOMPARÁVEL

Ele é rico
Tem um dinheiro infinito
Tem conforto e paparico
Mora bonito
Não tem pressa
Nem é aflito
Vive à beça
Come do bom e melhor
Faz tudo que pensa e quer
Conhece o mundo de cor
E pode escolher mulher.
Eu sou pobre,
Triste e feio,
Empate na vida
Coluna do meio
Perdi a corrida
Vivo com receio
Pois ninguém me ama
Ninguém me quer
Ninguém me chama
De Baudelaire.
Mas se alguém acha
Que estou a fim
De trocar com ele:
Estou sim!


(Millôr Fernandes)

7 comentários:

  1. Millôr é bom demais, gosto do livro dele de haicais. beijos

    ResponderExcluir
  2. Millor é o cara da descontrução das tiradas irônicas.
    Um abraço. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderExcluir
  3. Farras poéticas no antigo ap de renatinha =]

    ResponderExcluir
  4. Millor me fez bem num sábado difícil!
    Valeu, D. Everson!
    Beijos.

    ResponderExcluir