Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Azedume X

Bem ao sabor da cana destilada
E do torresmo,exposto no balcão,
Um cabra teve a vida multilada
Por alguém que conheceu na construção

O ferro da marreta, tão pesada
Em sua cabeça deixou a impressão.
Escorria,do bar até a calçada,
O sangue bordando a morte pelo chão

Em meio aos comentários do vizinhos
Dos possíveis motivos da tragédia
Cogitou-se que a mulher imodesta

Deixou o carpinteiro em desalinho.
Tramou pela manhã, com pão e média
vingança, pelo enfeite em sua testa



#

2 comentários:

  1. Limerique

    Era um cara de boa conduta
    Com amigos sempre batuta
    Cornélio era sujeito
    Que tinha um defeito
    Sua mulher era uma puta.

    ResponderExcluir
  2. Limerique

    Era um casamento do tipo morno
    O que lhe faltava talvez um adorno
    Marido quase ancião
    A esposa um mulherão
    Foi seu destino: ele tornou-se corno.

    ResponderExcluir