Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

sábado, 25 de agosto de 2012

Ferreira Gullar


TRADUZIR-SE

Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir-se uma parte
na outra parte
- que é uma questão
de vida ou morte -
será arte?

3 comentários:

  1. Meu tema musical, Traduzir-se...Para sempre será. E será Arte.
    Beijos,

    ResponderExcluir
  2. Limerique

    Era um poeta dividido em partes
    Que fazia dos versos estandarte
    Poeta profundo
    Refazia o mundo
    Ferreira Gullar transpira arte.

    ResponderExcluir