Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

A bailarina que fugiu da caixa

Em 1986, uma menina de quinze anos ganhou uma caixinha de música. Dentro dela, tinha uma bailarina que rodava todas as vezes que alguém dava corda.

A menina achava meio triste: "Uma bailarina que roda, roda, roda. E volta sempre pro mesmo lugar?!!"
A menina virou mulher e a caixinha de música virou silêncio. Passado mais um tempo, a menina que virou mulher, também virou mãe.

Em 2002, seu filho de oito anos encontrou a caixinha no sótão do sítio. Ele limpou e poliu o objeto. Embrulhou em papel de presente e deu para mãe no Natal. Ao abrir a lembrança, alegria e alivio: a bailarina não estava mais lá.


Autor: Lina Rosa

2 comentários:

  1. Ahh, que coisa bonita Lina!

    Um mini conto singelo, delicado e muit belo!

    abraços

    ResponderExcluir
  2. Limerique

    Era uma vez bela bailarina
    Presa naquela caixa pequenina
    Andar era seu sonho
    Mesmo sendo bisonho
    Um dia amanheceu linda menina.

    ResponderExcluir