Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

CONTO MINIMALISTA

O círculo e o ciclo
Todo ano ele olhava o calendário e circulava a mesma data em vermelho. Aquele era o símbolo que marcava o seu começo. No ano presente, porém, não o pode fazê-lo, pois, bem na véspera da dita data, finalizou seu ciclo.
Ricardo F Banholzer

7 comentários:

  1. Ricardo,
    Excelente! Começo, meio e fim com uma pitada de suspense e dramaticidade.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Jair.
    Foi a primeira vez que escrevi nesse gênero.

    ResponderExcluir
  3. Texto bonito e conciso. Mas, o sujeito morreu na véspera? Agora ele deve estar em Marte, bem melhor do que aqui. Beijos!!!

    ResponderExcluir
  4. Pode-se marcar o início de um ciclo, mas seu final será sempre um mistério. Muito bom! Abraços

    ResponderExcluir
  5. Limerique

    O dia-a-dia corria inexorável
    Cada data perfeita, estável
    Até que a morte
    Fez brusco corte
    De maneira seca, inevitável.

    ResponderExcluir
  6. O único mal irremediável!

    Belas palavras as suas!

    ResponderExcluir