Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Conto minimalista



Sujeito esquivo, há anos que não se olhava no espelho. Mas, um dia, ao deparar-se com sua imagem por acaso, ficou espantado com a semelhança com uma pessoa que vira no espelho anos antes

2 comentários:

  1. Uma síntese bem construída. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Engraçado, eu falei sobre Jorge Luis Borges e sua fixação por espelhos e você, coincidentemente, me faz esse pequenino, contudo profundíssimo texto sobre esse revelador de almas pungentes.

    Muito bom, enciclopédico amigo!

    Gostei muito!!!!

    ResponderExcluir