Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Marcelo de Barros no Castanha Mecânica

Escritor e compositor, o jovem Marcelo de Barros, sonhador “à moda antiga” sensível em seu mundo particular, mas também sensibilizado com o mundo à sua volta estreia na literatura com Toda Minha Alma é Poesia, coletânea de seus escritos entre 2004 e 2012. A obra foi dividida em duas partes: a primeira agrega poemas diversos, os quais abrangem desde críticas sociais a temas intimistas e reflexivos; enquanto a segunda seção invade os olhos com poemas sobre o amor e suas diversas faces associadas, como a dor e o sofrimento.

Confira o e-book lá no CASTANHA MECÂNICA.


HORÁRIO NOBRE

Pra cortador de cana não existe horário nobre, porque este horário é nobre e não existe para o pobre
Pra dentro da roça foi um bando de peão, eles sai de madrugada pra cuidar da prantação
Carregam no braço a sua faca e coragem e o rosto que demonstra força e vitalidade
Pra disfarçar a dor cantam, dançam, contam prosa sem perder a majestosa arte da cana cortar


(Marcelo de Barros)
     

2 comentários: