Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

terça-feira, 13 de novembro de 2012

FILOSOFANDO À TOA-17


(Sobre a ressaca eleitoral ou direita e esquerda no país da piada pronta)

Por: Célio limA.
“O PT foi avaliado nas eleições e perdeu em capitais importantes. A avaliação foi da gestão petista. A conquista de São Paulo não anula o desgaste político do PT e as derrotas que sofreu, sobretudo em razão das fissuras nas alianças que garantem ao PT vitória no Nordeste, por exemplo. O PT tem problemas no Sul e no Norte. Há um ufanismo no sentido de esconder que o PT sai arranhado dessa eleição e não é mais o mesmo de quando Lula se elegeu. Carrega consigo um desgaste político tanto da forma de gestão quanto em relação à moralidade administrativa”. (MICHEL ZAIDAN)

Esse ano eleições municipais ocorreram. E a impressa já transa especulações sobre possíveis presidenciáveis para 2014. O meu lado anárquico analisa teoricamente todo esse processo eleitoral de forma lamentável por ver os inúmeros representantes que legitimamente não representam nada, além de todo um circo que se é armado. O meu lado humanista-civil analisa que na práxis já estar em tempo da sociedade exigir o fim do voto obrigatório. Para que esse processo se torne mais democrático e que venha algum dia ser menos alienatório e com uma real participação da sociedade. Enfim to cansado desse picadeiro, todo ano as mesmas promessas, neguinho pousando de pseudo-esquerdista outro pousando ou disfarçando o seu tesão direitista. Tudo isso representa um grande sintoma de traseira na aurora do século XXI. Afinal o que é direita e esquerda no Brasil depois do governo do PT ou de alianças surrealistas como as que ocorreram entre o PSDB e o PCdoB nesse “pleito” eleitoral. Para mim isso tudo é uma piada desgraçadamente irônica: sorria você estar sendo enganado!!! Concordo até com a opinião do senador Cristovão Buarque sobre o ex-presidente Lula, quando ele diz que “fora o maior presidente que o país já teve, só que para ele (Buarque) fora o pior, pois dos outros nada esperara já do Lula esperava um Pouco”. Concordo principalmente no sentido das reformas defendidas por ele e pelo o partido dos trabalhadores durante quase toda a sua Historia e o que o ocorrera fora que o lulismo (governo) dera continuidade a política do Fernando Henrique Cardoso ou meramente fez da política um instrumento como o violino em que se pega com a esquerda e toca-o com a direita. O próprio Luiz Inácio dera pista sobre essa mudança em sua primeira entrevista ao “Canal Livre” da Band pouco depois de sua posse presidencial. Além de que o PT quando oposição tinha propostas, sabia cobrar e fazer um barulho infernal. Para mim no poder se acovardou ou cuspira no seu prato ideológico (Ver o Mensalão).

-Já à direita principalmente PSDB e DEM nem sabiam nem aprenderam nesses 10 anos a se posicionarem como oposição. Até porque estão todos mergulhados na podridão da corrupção, o Mensalão do tucanato em Minas, os panetones do democratas em Brasília, entre outros esquemas que ainda possam aparecer nas paginas da Veja ou da Carta Capital nos momentos antecederes da corrida presidencial. Outra piada pronta é o Partido Comunista do Brasil (aquele que no Slogan se diz ser: “O partido do socialismo”) que não sabe firmar sua bandeira (acho que talvez nem tenha uma) além de ser mera cobaia do PT ou do PSB (refiro a Pernambuco) ainda proporcionou um escárnio histórico ao se aliarem com o PSDB em Olinda e outras cidades que não me lembro no momento. Vejo o PCdoB muito bom na utilização da juventude para segurar o porta estandarte de suas velhas raposas (refiro novamente a Pernambuco, por desconhecer sua situação nos outros estados da federação). Um fato, há tanta piada na política brasileira que o Jornalismo mais sério e informativo que nos temos hoje é o “CQC”!!!.

Sobre os rumos que o país irá tomar o que temos é um cenário interessante. Pois o PT saíra desgastado nesse processo eleitoral de 2012 perdendo algumas capitais. O PSDB precisa se renovar para continuar no ringue (ou internar, expulsar o Serra da legenda, pois o mesmo estar viciado a perder para postes pré-fabricados), pois perdera o seu xodó que é a prefeitura de São Paulo e corre o risco de perder o governo estadual em 2014. Além de que o Aécio Neves não vem ganhando legitimação para encabeçar o partido à presidência. Digo isso pelo seu frio e apático mandato como senador federal. Um partido que vem ganhando visibilidade crescente é o PSB através da ambição política do seu presidente o Neto do Arraes, o governador Eduardo Campos. Há muitas apostas em uma chapa encabeçada por ele e com o PSDB na vice em um enfrentamento a presidente Dilma. Um dos irmãos Gomes sugerira dias desses o Campos na vice de Dilma. Os próximos capítulos dessa novela serão interessantes, pois com quem o PMDB transará? Eis a grande problemática do jogo em que só as circunstâncias da situação política do país é quem realmente definirá.

Outra coisa que no meio político não tem se comentado é um possível retorno do Luiz Inácio. Creio que haja essa possibilidade tanto pelo tesão em que o Lula adquirira na presidência da república federativa do país Brasil, e pelo governo apático que a companheira Dilma vem fazendo. Caso estoure uma bolha chamada crise nos próximos anos. Creio que o PT descartará a Dilma como fizera com João da Costa, Mauricio Rands, entre outros companheiros que o partido descartou ou os que postaram numa fria como o Senador Humberto Costa, e o Deputado Jõao Paulo (adversários históricos no partido) ao mancharem sua trajetória com uma derrota histórica para mais poste pré-fabricado e um garoto recém-verde que nem abandonara a sua cor de origem para a sua primeira disputa eleitoral a um cargo executivo.

“Sabemos, hoje, que a repetição histórica tem nos conduzido muito mais a novas tragédias – não raro, aproximando-se da barbárie – do que a ações burlescas; ou ao menos há uma certa identificação entre ambas, sendo aquelas mais penosas do que estas. Se tomamos a globalização como referência, a pantomima a ela atribuída não difere muito de sua face trágica. Mas a última excede a primeira à medida que revela o ângulo visível de sua aparente inocência. Só se percebe o que acontece, efetivamente, quando os olhos (e a razão) dão conta da realidade em toda sua crueza. Não nos é permitido conhecimento do sofrimento alheio – penso precisamente nos proclamados “danos colaterais” provocados pelas invasões ao Afeganistão e ao Iraque; na morte de milhares de crianças no Terceiro Mundo devido ao interesse econômico dos grandes laboratórios farmacêuticos; na extrema calamidade produzida pela fome em amplas regiões da África, por exemplo – ou de planos econômicos em seus verdadeiros fundamentos (o Plano Real) a menos que tenhamos acesso à mídia especializada - e poucos têm - ou a livros e documentos de organismos nacionais e internacionais, ainda que oficiais.” (FERNANDO MAGALHÃES - MAQUIAVEL E O PT - Os ensinamentos da história na Era da Globalização)

OBS: Célio limA.(ATIVISTA CULTURAL) É filosofo por natureza; anarquista por tesão e poeta por diversão. Membro fundador dos movimentos literanarkos: A Sociedade dos Filhos da Pátria; A Liga Espartakista-Sempre Mais!!!. Atua nos Blogs:http://salveopoetasalve.blogspot.com.br/http://sexopoemaserocknroll.blogspot.com/ http://poetasdemarte.blogspot.com/ http://tribunaescrita.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário