Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

RETIRADA

Só sabe quem de longe vem
A dor de uma caminhada.
A canseira que se tem
A sede que chega danada.

O juízo jogado no mato,
O destino na estrada espalhado.
Em cada casa um gole d’água,
Em cada gole só a sede matada.

E a fome que acompanha...
E o corpo que definha...
E tudo o que resta:
Um pedaço de rapadura...
Um punhado de farinha...

Ricardo F. Banholzer
Outubro/2003

Nenhum comentário:

Postar um comentário