Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

.



BODE

Passei mal na subida do 29º andar
Antes da queda prevista, aliás,
Lá pelo septuagésimo andar...
As tripas, o estômago, sabe-se lá quem
Se revirava, revirava revirava...
Aquela vontade de regurgitar vindo...
Mas o resultado?
Não seria o mesmo
De quando se coloca tudo
Para fora de ressaca,
Definitivamente eu não ficaria
Curado, apenas com fome
E cheirando a vomito.

Tudo é tão claro e nós
Apagamos as luzes.
Tudo é tão luz
E
Nós tão apagados.
Agora peço licença,
Tenho que dar esse bode.
Logo!

Daniel Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário