Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

quarta-feira, 13 de março de 2013

SÉRIE POETAS RECIFENSES



[...] eu te quero a ti sempre e somente.
Eu te quero a ti pura e tranquila
Preciosa entre todas as mulheres
Que como rosas, como lírios, sobre mim se debruçaram,
Entre aquelas que em noites de tormenta em mim se consoloram
E aquelas que de mim se aperceberam
Ao doce esmaecer das tardes luminosas.
Eu te quero tranquila.
Nos espelhos da memória refletida
Pelas horas do meu tempo transpareces
E o sol do meu deserto te ilumina
E a noite do meu sono te adormece. [...]

(Joaquim Cardoso / fragmentos / Obras completas. p. 172: 6-8)





5 comentários:

  1. Limerique

    O poeta desiludido come rosa
    Também lírio come com fome gulosa
    Mulheres são assim
    Tiram o eu de mim
    Induzem boa poesia de velha prosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. esse Jair faz um poema melhor que o outro =]

      Excluir
    2. Adorei a sua volta ao nosso planeta vermelho Jair!
      Seja bem vindo ;*

      P.S: Excelente Limerique, como sempre. *-*

      Excluir
  2. Que poema tão lindo! *-*
    Gostei desse novo marcador para Marte, aprovado!

    ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. então engrosse a série postando nela vc tb

      Excluir