Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

DESEJO


Só o desejo não passa
e só deseja o que passa
e passo meu tempo inteiro
a enfrentar um só problema:
ao menos no meu poema
agarrar o passageiro.


Antonio Cicero
    

4 comentários:

  1. Belo poema, bela rima, muito bem trabalhado. Extremamente interessante esta página.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Limerique

    Portanto não passa o meu desejo
    Enquanto você passa e eu te vejo
    Assim tão inteirinha
    Sei que não é minha
    Mas mesmo assim eu te almejo.

    ResponderExcluir
  3. Oi, li alguns posts do seu blog e achei muito interessante,com certeza você tem potencial, vi que você é uma pessoa esforçada que só quer falar e ser ouvida na blogosfera, assim como eu. Posso dizer que gostei muito do que li, sei que será um grande blog pois é de fácil entendimento e o conteúdo é gostoso de ler. Sou Luciana Shirley do blog http://coisasecoisasdalu.blogspot.com.br/ se desejar me visite e siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir