Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

OLHOS DE CAMÕES


Em vossos claros olhos escondido
o lindo ser de vossos belos olhos
Com que os meus olhos foi escurecendo
E os olhos pelas águas alongava

Vossos olhos, Senhora que competem
Mas contra vossos olhos quais serão?
De meus olhos vereis estar manando
As dos meus olhos, com que os seus se banhem

Olhos onde tem feito tal mistura
Olhos formosos, em quem quis natura
Nasceram lindas flores para os olhos

Os olhos meus de ver os vossos tira
Já não podeis fazer meus olhos ledos
Mas nos olhos mostrou quanto podia.


Poemontagem de Alice Ruiz 


Nenhum comentário:

Postar um comentário