Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

domingo, 20 de abril de 2014

O bom caminho

Por que uma vida assim tão estranha?
A qual corrompe, engana e amargura
Porquanto com isso enfim nada ganha
E talvez te estimule à terrível loucura.

Por que da vida todas as leis profana?
E grita aos céus blasfêmias eloquentes
Que desrespeitam a condição humana
E ofendem profundamente as gentes?

Tu estás inspirado em desejos loucos
Incapazes de se sincronizarem à vida
Repare que esses sonhos são poucos.

Que te levam a uma estrada só de ida
Onde não se ouve seus apelos roucos
Muito menos se cura sua alma ferida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário