Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

quinta-feira, 31 de julho de 2014

.

BR 304


Saio das rotas dos aviões

E vou-me morar onde os sols nascem,

Um sol par cada habitante.

Terras potiguares salpicadas

De meu suor pernambucano.

Voltei Recife tocando sem parar na mente,

Nunca me senti tão saudosista como hoje

Longe do meu umbigo.

Um novo útero mais uma vez me convida

A nascer, nascer, nascer...

E provar sons, cheiros e imagens.

Sou um camaleão.


D.Everson

Nenhum comentário:

Postar um comentário