Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Dias Corridos

De tempos em tempos há grande explosão!
Explosão de pensamentos que quase vira canção.
Canção não vira por faltar melodia,
Talvez vire quando a inspiração chegar num dia.

Escrever é paixão, é ilusão de poeta,
Escrever é razão, é sonho de profeta.
Nem sempre se versa quando a cabeça esfria,
Por razão do "esqueça" ordenado pela correria.

Sempre que desacelera a cabeça que versa
  Corre poema a escrever depressa
Antes que o dia corrido novamente o desvie.

Então o poeta, antes que assovie
Criando para si uma nova "groupie"
Escreve um poema, antes que um dia corrido o impeça!

4 comentários:

  1. Acrósico

    Oprime o poeta esses dias corridos
    Sobeja-lhe a mente com futilidades
    Desculpas sem quaisquer sentidos
    Inimigos do estímulo e criatividades.

    A necessidade criar poema original
    Sonho e razão de um poeta versejar
    Colide com a lida diária quase fatal
    Ou com o ócio criativo regulamentar.

    Raro o tempo que para o vate sobra
    Raro se torna seu lazer com poesia
    Inimigo esse da consecução da obra

    Depende o vate de alguma sintonia
    Ou que seu alumbramento redobra
    Sem o qual criatividade nunca teria.

    ResponderExcluir