Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

domingo, 18 de outubro de 2009

Noite na cidade




Cervejas e cartas escritas por uma Sinusite
Que faz a cabeça doer a cada copo.
E eu que não fumo um cigarro, fumo uns três.
Penso no que não foi, e sinto saudade do que não é...
Golpes de sobries na minha noite, eu não sou ninguém.
Sou o que você acha que sou, mesmo que meus sentimentos
Não estejam a venda em garrafas de vinagrete tinto.

D.Everson

Um comentário:

  1. Lendo esta frase, "E eu que não fumo um cigarro, fumo uns três", lembrei de uma música de Engenheiros e destaco o seguinte trecho:

    Eu que não fumo, queria um cigarro
    Eu que não amo você
    Envelheci dez anos ou mais
    Nesse último mês
    Eu que não bebo, pedi um conhaque
    Pra enfrentar o inverno
    Que entra pela porta
    Que você deixou aberta ao sair...

    "Penso no que não foi, e sinto saudade do que não é..."

    Enfim, um belo poema! :)

    ResponderExcluir