Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Cristais

Amar
É brochar
Calado
Quando longe
Do ser amado.


Alberto da Cunha Melo



Fonte:

MELO, Alberto da Cunha. Clau (poemas). Recife, UFPR, 1992. 113 p.

3 comentários:

  1. Agora estou descobrindo
    novos velhos poetas:
    somos todos descobertas?!

    ResponderExcluir
  2. Talvez, (re)descobertas. Do referido autor conheça, leia YACALA, um dos melhores livro-poema já elaborados que li.


    E aqui também tem Alberto da Cunha Melo:

    http://cronisias.blogspot.com/search/label/Alberto%20da%20Cunha%20Melo

    ResponderExcluir