Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

segunda-feira, 31 de maio de 2010

CANTO DE AMOR E LAMA I

          
Choveu
e há lama em Santo Amaro
nas ruas
nas casas
vós contornais
eu não
a mim a lama não suja
em mim há lama não suja
eu sou a lama das chuvas
que caem em Santo Amaro

Vosso scoth
pode me sujar por dentro
cachaça não
vosso perfume
pode me sujar por fora
suor nunca
porque sou suor
a cachaça e a lama
das chuvas caem
em Santo Amaro da Salinas


Erickson Luna


Tomo a liberdade de indicar aos nossos viajantes interplanetários o blog Canto de Amor e Lama. Confiram, vale a pena!
      

3 comentários:

  1. Todos os comentários possíveis :DD
    E olhe que eu nem gosto de chuva! hahaha :P
    Parabéns Erickson.

    ResponderExcluir
  2. na chuva de bicicleta...visão, visão...

    ResponderExcluir