Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

segunda-feira, 14 de março de 2011

...

14 de março

Hoje é o dia da mais linda mulher, aquela que nunca me traiu

E que sempre exala o cheiro dos lírios que moram na minha infância.

Hoje é mesmo o dia daquela que nua se deita comigo na alegria e na tristeza,

A única proletária e burguesa que me engravidou várias vezes.

Sem ela não sou nada que não se repita nas formas ao redor:

Sem ela não passo de um simples mortal.


-D.Everson-

5 comentários:

  1. E depois ele ainda acha que eu preciso falar de poesia por aqui? Hahaha.
    Viva a Poesia! A salvação dos meros mortais feita pelos imortais da palavra :D

    :*

    ResponderExcluir
  2. A... poesia! Musa eterna!

    belíssima homenagem e aforismos encantadores!

    ResponderExcluir
  3. Precisamos de musas, ninfas, deusas e deuses para tornarmos a existência mais "aprazível". Belos poemas e poesias!
    Abração
    Pedro

    ResponderExcluir
  4. É a poesia que está sempre lá: Mãe, amante, amiga...

    Parabéns.

    ResponderExcluir
  5. No fundo de cada alma há tesouros escondidos que somente o amor permite descobrir.

    ResponderExcluir