Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

quarta-feira, 15 de junho de 2011

LAMENTO UM TANTO REGRESSIVO

 Calei muitos
anos de calados dezembros,
quando o gosto do champanha azeda
combinava  com todas ânsias.
calei muito
e não falaram por mim.


Aprendi sozinho
o que sozinho se aprende
do instante que não se quer
mais que um instante,
e de nós, que nos matamos,
para ser esse instante.

Calei muito
e não fui reclamando:
minha voz não era esperada.
Mas, o que disseram
durante meu silêncio?


Alberto da Cunha Melo

Um comentário: