Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

34 anos de pura solidão


escrevo nas madrugadas
poemas solitários
e, famintos
sou mediocre como poeta
infeliz como homem
parto amanhã
para a cidade desconhecida
para a rua da saudade s/n
no país da ilusão.

Miguel Vieira

2 comentários:

  1. Meu poeta, tu escreves bem.
    Um abraço. Tenhas um fim legal.

    ResponderExcluir
  2. E Miguel Vieira é mesmo inspirador,e tu Dan,tu é um menino arteiro que escreve como quem debocha ou se apaixona,com timidez ou pouca vergonha,gosto muitoooooooooooooooooooooo.

    ResponderExcluir