Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Haikai dentro

Haicais de Domingo














Entrevista com Jair Lopes

Ele se disfarçou de aeronauta durante tempos, nos momentos em que não estava exercendo a sua real profissão de escritor, em Florianópolis. Com um conhecimento geral invejável, Jair Lopes, que o Planeta Vermelho tem a honra de ter como recente colaborador, é pai de dois filhos gerados num casamento que dura mais de trinta anos.

Existência

Da vida um trecho

Não vivido ou acabado

Aguardo desfecho

(Jair Lopes)

Já publicou dois livros: A fonte e as galinhas, que leva o leitor à reflexão de sua responsabilidade quanto à persistência da vida no planeta, e O Tuaregue que é uma coletânea bem elaborada de ensaios filosóficos.

Natureza

Árvore planta

Quem durante almoço

Pensa na janta.

(Jair Lopes)

Há pouco mais de um ano ele diviniza os ares da blogosfera com seus poemetos em seu espaço, no qual Jair parece nos desafiar a ler e não se encantar com sua genialidade: Haikai Dentro. Ele nos fala sobre dessa sua intimidade com os versos e muito mais no HD.

Blogsfera

No cyber espaço

Não trocamos abraços

Falta-nos laços.

(Jair Lopes)

Haicais de Domingo:Numa de nossas conversas você brincou comigo, se intitulando como mundialmente desconhecido. Contudo suas postagens em seu Um blog que pensa(http://www.jairclopes.blogspot.com/), carrega um grupo considerável de seguidores. Seus escritos são lidos por professores, arquitetos, etc..confirmando que sua brincadeira é um ato descontraído de modéstia.

O que fez você se interessar pelos haicais?

Jair:Desde muito tempo conheço haicais por intermédio de Millor Fernandes, considero ele um dos grandes hacaistas contemporâneos. Sei que não sou poeta e nem tenho pretensão de sê-lo, contudo, minha fascinação é pelas palavras, estas me seduzem e gosto de explorar suas potencialidades, daí os haicais serem uma decorrência normal dessa minha paixão. Peço desculpas aos haicaistas deste país por estar brincando na área deles.

Dúvida cósmica

Nosso universo

Travesso ou transverso

Ele une verso?

(Jair Lopes)

Haicais de Domingo: A que você atribui sua facilidade em seguir a métrica tradicional e simultaneamente passar a mensagem de forma tão direta?

Jair:Imagino que métrica seja uma questão de contar as sílabas poéticas, o que não é difícil, entretanto, obedecer apenas a métrica é fazer a coisa mecanicamente sem emoção, temos então que colocar o coração no que escrevemos de forma a "sentir" a poesia e tentar passar ao leitor esse sentimento, o que não é fácil, as vezes conseguimos, as vezes não.

Tragédia

A virgem mocinha

Pelo trem atropelada

Andava na linha.

(Jair Lopes)

Haicais de Domingo:Sua intimidade com a escrita já o proporcionou a elaboração de alguns livros. Fale-nos sobre eles!

Jair: Bem, não sou escritor na acepção que se costumar dar a essa palavra, eu seria um escrevinhador, ou um beletrista como me defino. Como assim? Um beletrista, no meu entender, aborda temas simples, descomplicados e dá sua opinião sem muito rebuscar sem um comprometimento seja com o conteúdo ou com a forma. O beletrista é o "cordelista" da prosa. Ou algo assim. Lancei dois livros "A fonte e as galinhas" e "O Tuaregue" em 2010 por sugestão de leitores de minhas crônicas, não me arrependo dos lançamentos, mas confesso que por desconhecer as nuances editoriais acabei optando por editoras que não me satisfizeram e, embora tenha mais dois livros "prontos", estou relutando em publicá-los.

Corno francófono

O amante nu

Marido fleumático:

Comment allez-vous?

(Jair Lopes)

Haicais de Domingo: Certa vez, num de seus comentários em meu blog, você deixou escapar que, caso não tivesse enveredado pela vida militar, teria sido provavelmente alguém ligado à educação. Como você a vê atualmente?

Jair: Sim, me identifico com os professores e tenho um grande respeito por aqueles que ensinaram, meus ídolos de todos os tempos foram e são meus professores. Se minhas escolhas tivessem permitido outro caminho eu teria sido professor. Como nem sempre fazemos aquilo que gostamos, acabamos as vezes fazendo o útil e detrimento do agradável. De certa forma minhas escolhas não me deixaram frustrado, fui aeronauta por mais de quarenta anos e agora estou aposentado, não me arrependo desse caminho que escolhi.

Jair, o enciclopédico blogueiro

Conhecimento
é seu melhor amigo
todo momento

(Cristiano Marcell)

Regizije-se mais em http://haikaidentro.blogspot.com/■

Cristiano Marcell é professor nas horas vagas e escreve no blogs http://esquifedememorias.blogspot.com e http://haicaienaomachuca.blogspt.com

37 comentários:

  1. Cristiano,
    Fico lisonjeado com a entrevista e sua publicação, embora não me veja como merecedor dessa honra. Obrigado, JAIR.

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Maravilhoso! Acho que o Jair eh grande merecedor desta homenagem.

    Abraço,

    ResponderExcluir
  3. Desde que o formato da coluna passou a ser entrevistas que aguardo esta. Bom mesmo conhecer mais desse cabra. Interessante esse conceito de "beletrista", mesmo não combinando tanto com o Jair.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acredito que o conceito é ótimo, contudo não combina mesmo com ele, pois Jair é escritor de mão cheia!

      Excluir
    2. Ah, Cristiano! Faltou você colocar o endereço do Hai Kai Dentro para a galera conhecer mais do Jair.

      Excluir
  4. Cristiano
    Belo este mundo haicaidista onde cada vez mais descobrimos Poetas ricos nesta arte maravilhosa através da tua coluna.
    A entrevista deste domingo é ampla em conhecimentos.
    O Poeta Jair é magistral nesta arte, já visitei o espaço e sou seguidora deste grande escritor.
    Conhecer um pouco mais do Poeta é sempre trazer mais perto o mundo real do virtual.
    Congratulações Cristiano pela coluna criativa em conhecimento na arte do haicai;
    e ao Poeta Jair que amplia nossa literatura através da sua arte em haicai.
    Bjs de violetas aos Poetas

    ResponderExcluir
  5. Sou seguidora de carteirinha do Blog do Jair, seus Haikais são maravilhosos e surpreendentes!!! Parabéns para o entrevistador e aplausos ao entrevistado!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Olá Cristiano - eu seguidora de Jair- leitora dos seus haicais só tenho a dizer que ele muito me enriquece com sua inteligencia poética e que esta coluna fez jus tê-lo como entrevistado. Parabéns Cristiano! Parabéns Jair! Ambos nota 10!

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pela entrevista Cristiano e Jair.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Cristiano, não conhecia o Jair; obrigado.
    Gosto muito do formato do haicai e de uma maneira bem natural minha poesia, está quase virando haicai.
    Houve uma época que participei muito de várias comunas de haicais no Orkut,mas começaram a "bagunçar" e saí delas.
    Adoro haicais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita meu caro amigo. Um haicai perfeito seria aquele que conseguisse captar a sensibilidade impoluta de suas fotografias.

      Muita Paz!

      Excluir
  9. Estava aguardando esse dia, Cristiano!
    Esperava pela entrevista com o encantador de palavras, Jair Lopes.

    Concordo plenamente com ele quando diz: "Imagino que métrica seja uma questão de contar as sílabas poéticas, o que não é difícil, entretanto, obedecer apenas a métrica é fazer a coisa mecanicamente sem emoção, temos então que colocar o coração no que escrevemos de forma a "sentir" a poesia e tentar passar ao leitor esse sentimento, o que não é fácil, as vezes conseguimos, as vezes não".

    O resultado disso é que ele escreve haikais muito poéticos e sonoros, coisa q gosto bastante.

    Parabéns a ambos pelo excelente trabaho!

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elisa, haicadista das aves de Brasil, está coberta de razão!

      Excluir
  10. Imenso prazer,
    conhecê-lo em
    profundidade.

    Luz!

    ResponderExcluir
  11. Uma bela entrevista. Haikais excelentes. Com certeza está entre os melhores que ja li. Abraços

    ResponderExcluir
  12. Ótima entrevista, o blog de Jair é um dos que estão na minha lista dos blogs que leio sempre: informativo e verdadeiro; tudo que ali leio saio mais enriquecida e certa de que a pesquisa foi feita com esmero e com sabedoria.
    Grande abraço ao Jair.
    Tais Luso

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Eu vejo O Jair como um dos grandes colaboradores desse mundo blogosférico. No seu "um Blog que Pensa", tem textos muito interessantes e de cunho cultural. Já no seu espaço: haikaidentro.blogspot.com, vejo ele como um notável repentista, onde mescla temas com muita propriedade e outras com toques Pândegos; quixotescos.
    Achei de tamanha simplicidade e oportuna coerência, quando o Jair disse : " Peço desculpas aos haicaistas deste país por estar brincando na área deles". Eu também penso assim e me sinto apenas brincando nessa arte poética que tem toda uma forma peculiar de ser.Mas, ao mesmo tempo,estamos aqui pra quebrar paradigmas, reconceituar, é claro respeitando as essências com as suas diversidades. O legal é criar e manifestar as nossas "formas de arte". (Afinal, somos de natureza arteira!)

    Abraços, Cristiano;
    Abraços Jair!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado meu caro! Muito há o que refletir em suas palavras!

      Excluir
    2. Júlio, vc tratou o assunto com muita propriedade e acertividade.

      Estamos aqui experenciando a oportunidade de nos expressarmos, as vezes norteados por regras, as vezes, não, pois nosso maior intuito é justamente "manifestar as nossas formas de arte, afinal, somos arteiros sim"!

      Beijos.

      Excluir
  15. Meu caro Cristiano,
    muito obrigado por nos encantares com o mago da Palmeira que no fazer tessitura com as palavras nos faz encantado no blog que pensa,
    com admiração para com entrevistado/entrevistador
    attico chassot

    ResponderExcluir
  16. Alô, Cristiano!
    Depois de alguns engasgos na minha máquina, finalmente pude ler a entrevista do meu velho amigo Jair, mostrando esta desconhecida (para mim) faceta de "haikaidista"!
    Como ele, eu também tomei contato com esta modalidade através de Millôr Fernandes.
    Jair é dotado de uma versatilidade que sempre me impressionou, além de sua vasta cultura!
    Grande iniciativa enquadrar este ilustre membro desta blogsfera!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  17. grande Jair, quando eu crescer poeta quero ser assim hehehee
    poeta menor que sou espero aprender muito com vc's que tem tanta história pra contar. Vida longa aos haicais e a essa coluna =]

    ResponderExcluir
  18. Cristiano,

    como seguidor do "hai kai dentro", já conhecia o belo trabalho do Jair Lopes, mas foi ótimo conhecê-lo mais e melhor por meio desta entrevista.

    Parabéns aos dois poetas!

    ResponderExcluir
  19. Cristiano
    comecei a seguir o blog do Jair" Hai kai dentro" recentemente. Aliás ainda não voltei lá. Estou sempre em atraso com as minhas visitas.
    Mas esta sua entrevista me deu uma dimensão maior sobre quem é o Jair-haikaísta que me alegra com os seus tercetos bem humorados versáteis inteligentes.

    Parabéns.
    Abraços

    ResponderExcluir