Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

sábado, 3 de março de 2012

...


VELHAS VEIAS EMTUPIDAS

“Cristalização de caos tédio estupor
Escornada no espaço
Veias abertas pedindo mais sempre mais...”
-Chacal –

As veias de Recife engolem ônibus venosos, intravenosos
Soro positivo engarrafamento do caos.
                                                   [Cães
Soltos cantando velhas dores coloridas
Do pálido discurso amarelo de quem mendiga
A avenida em busca de trabalho,
Pra poder deixar a vida passar:
A vale A a vale B
Chacoalhando uma vitamina a base de suor comprimido
De abelhas operárias e pedintes.

Recife em teu líquido vermelho corre rio,
Corre poetas,
Corre a vida no cio na abertura do sinal
Na reta firme na esquina da banguela de bigu em um camelo.

Morte-vida liberdade!
Fora das artérias do Recife há respiração!?
Há uma várzea!?
Há uma estória!?:
T-R-A-N-S-F-I-G-U-R-A-Ç-Ã-O

D.Everson


9 comentários:

  1. Excelente Everson,
    Pernambuco que nos deu um Manuel Bandeira, não nos deixa no vácuo, nos brinda com um vate da melhor safra, parabéns, JAIR.

    ResponderExcluir
  2. Se você pensou o que eu pensei, se encaixa muito bem no seu projeto novo.

    ResponderExcluir
  3. Pelo jeito só muda a cidade... :D

    Parabéns Everson!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é verdade, nós continuamos engarrafados nas avenidas da vida

      Excluir
  4. Cabou-se! *-*

    E as Estrelas... por onde andam?

    :*

    ResponderExcluir