Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

segunda-feira, 26 de março de 2012

Tempo

Há, sem dúvida, entre a ciência e os demais saberes filosóficos ou não, um acordo tácito no qual tudo é discutível, quaisquer coisas ou princípios se encontram abertos às dúvidas e questionamentos, o próprio infinito é, em princípio, uma abstração cuja realidade virtual depende de acreditarmos na sua existência. A única e inquestionável “entidade” é o TEMPO, ao qual não se pode atribuir adjetivos e é inconjugável; sua existência independe de nós, de nossa mente, de nossa fé e até do universo; o tempo é a alma imortal de todas as coisas; otempo é o fio condutor universal que mantém a coesão do átomo até o aglomerado galáctico. Se o tempo deixar de existir ninguém notará, porquanto não haverá ninguém para notar. JAIR, Floripa, 22/08/09.

9 comentários:

  1. Enciclopédico amigo,

    a quarta dimensão cultivada por Einstein está além de nossa compreensão, sem sombra de dúvidas. Penso que é justamente esse o charme de sua existência profunda...

    Muita paz!

    ResponderExcluir
  2. A cosmogênese me fascina por suas teorias sobre a criação dos universos, dimensões e tempo.
    Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
  3. ZEN-HORAS
    OU
    A FANTÁSTICA SOLUÇÃO FINAL PARA O CASO DOS RELÓGIOS

    O tempo engaiolado em relógios
    É o ópio que envelhece minha cor.
    Por mim atiraria tudo que marcasse horas
    Num fogaréu invernal.
    Viveríamos só de lua e sol:
    Envelhecer seria só envelhecer
    Como deve ser.

    D.Everson

    ResponderExcluir
  4. Interessante...acredito que a ciência está ligada à filosofia e à espiritualidade apesar de existirem ainda muitos preconceitos.
    Acho que o tempo, numa outra dimensão não existe, é só uma realidade terrena :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. O tempo parece ser inesgotável para o Jair, a cada postagem sobre a temática vou tendo essa certeza.

    ResponderExcluir
  6. Tenho com o tempo uma relação íntima de amor e ódio.rsrs Ah... esse amigo da onça que tanto nos apronta... Ótimo texto Jair. Abraços.

    ResponderExcluir