Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

quinta-feira, 17 de maio de 2012

COR LILÁS



Mas se houver alguém para abrir meus olhos,
Um profeta de dedo em riste anunciando o horizonte?
Muita coisa que você pensa ter valor
É apenas pirita, mera ilusão de quem busca solução.
Custa uma vida dar o teu suor pelo outro,
Em busca de uma aposentaria que mais se aparenta
A alforria dispensada aos irmãos africanos no “passado.”
Os senhores de engenho modernos não produzem cana-de-açúcar,
Mas é o sal do teu suor que ainda tempera
 O mesmo caldo de 500 anos atrás, quando tudo isso era um paraíso
 E ninguém atinava que a “modernização” vinda nas caravelas
Era na verdade uma invenção antiga: a mentira.

D.Everson


2 comentários:

  1. Mentira esta perpetuada pela legião de Administradores do mundo.
    Ricardo F. Banholzer

    ResponderExcluir
  2. Poema a pedidos, arrasou hein, hahaha.
    Obrigada por incluir a cor na sua caixa de poemas :D
    Mais uma vez, ficou muito, muito bom!

    :*

    ResponderExcluir