Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

sábado, 18 de agosto de 2012

Insônia II

apertar a garganta
do instante
é sufocar voos
***
só pássaros
compreendem
o sussuro do vento
***
do mar
quisera eu aprender
a suavizar
o mormaço do cotidiano
***
adoço insônia
liquidando
pavores amargos
***

isso me consola
todo amor vinil
termina por falta
de vitrola
***
paixão clássica
pouco moderna
jamais contemporânea

Lucielle Wiermann em seu Éleicultivo Poetico

4 comentários:

  1. Amor vinil... ainda terei que pensar para entender. Mas achei lindas as imagens, os jogos de palavras.

    ResponderExcluir
  2. "isso me consola
    todo amor vinil
    termina por falta
    de vitrola"

    Muitíssimo bom!!!

    ResponderExcluir
  3. Inesperada experiência marciana uma postagem minha aqui...
    Agradeço ao Lucas pela oportunidade e aos leitores. Abraço carinhoso a todos e muito bem vindos ao meu blog sempre.

    ResponderExcluir