Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Oficina de HAIKAIS

Boa noite, queridos marcianos!

Eis a primeira postagem da correspondente do outro lado da América.

 

15 comentários:

  1. Limerique

    Agora neste ano Millor se vai
    Mas sua obra da vida não sai
    Multicultural
    Ele era o tal
    Sua morte nos privou dos haicai.

    ResponderExcluir
  2. Oxe, tás por aqui também é? Massa.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Ane Montarroyos.

    Maravilha de oficina de Gabriela Silva. Vou recomendar na minha próxima postagem no meu blog Pintando Haikai.
    Bjs.


    ResponderExcluir
  4. Que legal!, parabéns por sua iniciativa. Adorei ouvir o que a palestrante diz.Tenho um complexo: não sei comentar poesia. Aliás,tinha.Ao ouvir, agora, que a capacidade imagética de uma poesia ou de um haicai pesa.Ontem,o ler uma poesia,fiquei aflita porque a imagem que o autor passava era a de que não estava bem. Comentei, mas não agradei.Morri de vergonha na hora.Já agora vejo que não fui tão idiota.

    Ontem,também, publiquei no meu facebook um dos "haicais"mais famosos de Bashô...e que eu adoro.

    Casca oca
    a cigarra
    cantou-se toda.

    Um abraço e obrigada por essa oportunidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lau, eu que agradeço o comentário (e o haicai). :) Inclusive, levo muito tempo para comentar um poema, não é uma tarefa fácil. Mas nada como boas leituras e paletras para nos ajudar a compreender melhor o universo da poesia.

      Um abraço e volte sempre!

      Excluir
  5. acredito que com toda a mudança feita, inclusive excluindo a regra de contagem de sílaba não pode ser chamado de haicai. Por isso tanta confusão para o poeta em aprendizagem. Por isso tantas criações errôneas.

    ResponderExcluir
  6. ah, parabéns pela postagem e grande estréia... bjuuu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Luna! :) Essa questão teórica é sempre delicada. Porém, acho que toda criação, se bela, é bem-vinda... Independente da contagem das sílabas, independente de ser chamada de haicai.

      Beijos

      Excluir