Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Conto minimalista


Todos os dias ele trazia um buquê de flores para a esposa, ela nunca desconfiou que fosse a outra.

8 comentários:

  1. Ora, pois, pois, caro Jair. Um abraço. Tenhas uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  2. Que bonito. Eis aí a confiança!

    Beijos :)

    ResponderExcluir
  3. Massa! Quase continuação do Haicai de Domingos dessa semana.

    ResponderExcluir
  4. A "outra" ser uma a outra, isso é muito relativo!RSRSRSR

    ResponderExcluir
  5. Se fosse a matriz, não receberia flores... só a filial recebe!

    ResponderExcluir