Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

À flor da pele


 Armando Freitas Filho

Pele. (Do lat. pelle.) S. f. l. Membrana mais ou menos espessa que reveste exteriormente o corpo humano, bem como o dos animais vertebrados e o de muitos outros. [Sin. (pop.): couro.] 2. Fam. A camada mais externa da pele (1); epiderme. 3.Cútis, tez: Não é bonita, mas tem uma linda pele. 4. V. pelanca (1). 5. Couro (2). 6.Partes coriáceas e nervosas que se encontram nas carnes comestíveis; pelanca. 7.A pele de um animal separada do corpo: É de La Fontaine a fábula acerca do lobo vestido com apele da ovelha. 8. A pele de certos animais, dotada de pêlos finos, sedosos e abundantes, preparada industrialmente para ser usada na fabricação de agasalhos, ou como ornamento ou guarnição de certas peças do vestuário. 9. Odre(1). 10. Peça de vestuário, ou manta, feita ou forrada de pele: A atriz usava uma pele de raro valor. 11. A casca de certos frutos e legumes: a pele do pêssego. 12.Fig. A própria pessoa; o próprio corpo: sentir na pele (q.v.); defender a pele. 13. Bras., PA. O disco achatado da borracha bruta, tal como é apresentada à venda,depois de preparada nos seringais. 14. Bras. Gír. Pelega. Pele anserina. Med. 1.Pele áspera, por doença. 2. Pele arrepiada fisiologicamente, pelo medo, pelo frio,etc. Pele e osso. Diz-se de pessoa ou animal muito magro. Cair na pele de. Bras.Pop. Zombar ou escarnecer de; gozar. Cortar na pele de. Falar mal (de alguém); difamar; tosar na pele de. Estar na pele de. Estar na posição, situação, etc., ocupada por (alguém); estar no lugar de. Salvar a pele. Bras. Esquivar-se da responsabilidade em mau ato; livrar-se de castigo ou reprimenda. Sentir na pele. Ressentir-se profundamente de (alguma coisa); sofrer na própria carne. Tirar a pele a. Explorar, defraudar (alguém); tirar a pele de. Tirar a pele de. Tirar a pele a. Tosar na pele de. Cortar na pele de.

Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, Novo Dicionárioda Língua Portuguesa, 
Rio de Janeiro, Editora Nova Fronteira, la edição, 1975, pág.

Pele (Do lat. pelle) S. f. 1. Membrana mais ou menos espessa que veste exteriormente o corpo humano, bem como o dos animais vertebrados e o de muitos outros. (Sin. (pop.): couro que arranho.) 2. Fam. A camada mais externa da pele(1) ; epiderme que dispo. 3. Cútis, tez: Não é bonita, mas tem uma linda pele que eu, aos poucos, arranco. 4. V. pelanca. 5. Couro que estendo (2) 6. Partes coriáceas e nervosas que se encontram nas carnes comestíveis que eu devoro; até a pelanca. 7. A pele de um animal separada do corpo: É de La Fontaine a fábula acerca do lobo vestido com a pele da ovelha. 8. A pele de certas mulheres, dotada de pêlos finos, sedosos e abundantes, preparada industrialmente para ser usada na fabricação de agasalhos, ou como ornamento ou guarnição de certas peças do vestuário. 9. Odre de onde escorre (de dentro) o seu mel (2). 10. Peça de vestuário,ou manta, feita ou forrada de pele: A atriz usava sua pele de raro valor. 11. A casca de certos frutos, corpos e legumes: a pele do pêssego. 12. Fig. Sua própria pessoa; seu próprio corpo: sentir sua pele sob minha mão. (q. v.); defender a pele. 13. Bras.,PA. O disco achatado da borracha bruta, de sua barriga, tal como é apresentada à venda, depois de preparada nos seringais. 14. Bras. Gír. Pelega que amasso. Pele anserina. Med. 1. Pele áspera, por doença. 2. Pele arrepiada, pelo medo, pelo desejo, pelo frio, etc. Pele e osso. Diz-se de pessoa que se transforma num animal muito magro. Cair na pele de. Cair a pele de. Bras. Pop. Zombar ou escarnecer de você; gozar! Cortar a pele de. Falar mal (de alguém); torturar; tosar a pele de. Estar na pele de, e enfar. Estar na posição, situação, etc., ocupada por (alguém); estar no lugar de. Salvar a pele. Bras. Esquivar-se da responsabilidade em mau ato; livrar-sede castigo ou reprimenda. coisa); sofrer na própria carne sua invasão. Tirar a pele a. Explorar, defraudar, violar, matar (alguém); tirar a pele de. Tirar sua pele de você.Gozar na pele. Sentir a pele. Ressentir-se profundamente de (alguma de. Cortar a pele de, e esquecer.

Pele. (Do lat. pelle.) S.f. 1. Membrana mais ou menos espessa que veste exteriormente o corpo humano na hora de tortura do amor, bem como o dos animais vertebrados e o de muitos outros. (Sin. (pop.): couro que arranho ou arrebento.) 2. Fam. A camada mais externa da pele foi alcançada (1); epiderme quedispo e penduro. 3. Cútis, tez: Não é bonita, mas tem uma linda pele que eu, aos poucos, arranco, com carinhos e unhas. 4. V. pelancas que como (1). 5. Couro que estendo no chão (2). 6. Partes coriáceas e nervosas que se encontram nas carnes comestíveis que eu devoro; até a pelanca eu mastigo. 7. A pele de um animal, do homem, separada do corpo: É de La Fontaine a fabula acerca do lobo vestido com a pele da ovelha. 8. A pele de certas mulheres, dotadas de pêlos finos, sedosos abundantes, preparada industrialmente, nos matadouros, para ser usada na fabricação de agasalhos, ou como ornamento ou guarnição de certas peças do vestuário. 9. Odre de onde escorre (de dentro), entre os dentes, o seu mel (1). 10.Peça de vestuário, ou manta, feita ou forrada de pele: A atriz usava, na cama, suapele de raro valor. 11. A casca de certos frutos, corpos e legumes: a pele dopêssego de sua boca. 12. Fig. Sua própria pessoa; seu próprio corpo: sentir sua pelerasgada pela minha mão (q.v.); ofender a pele. 13. Bras., PA. O disco achatado da borracha bruta, de sua barriga, de sua bunda, tal como é apresentado à venda,depois de preparado nos seringais. 14. Bras. Gir. Pelega que amasso na mão. · Pele anserina. Med. 1. Pele áspera, por doença, ou carência. 2. Pele arrepiada, pelo medo, pelo desejo, pelo choque elétrico, pelo frio cimento de uma cela, etc. Pele e osso. Diz-se de pessoa enjaulada que se transforma num animal muito magro. Cair na pele de. Cair na pele de, com o cassetete em punho. Bras. Pop. Zombar ou escarnecer de você algemado; gozar! Cortar a pele de. Fazer mal (a alguém); torturar; tosar a pele de. Estar na pele de, e enfiar agulhas sob as unhas. Estar na posição, situação, etc., ocupada por (alguém), e então avaliar todo esse sofrimento;estar no lugar de. Salvar, de qualquer maneira, a pele.Bras. Esquivar-se da responsabilidade em mau ato porque o Brasil é grande; livrar-se de castigo ou reprimenda. Sentir a pele do torturado. Ressentir-se profundamente de (alguma coisa) que, agora, só é cicatriz, lembrança envergonhada, nem isso talvez; sofrer na própria carne sua invasão blindada. Tirar a pele a. Explorar, defraudar, violar, matar (alguém) sem nenhum remorso; tirar a pele de, até o osso. Tirar sua pele de você.Gozar na pele de, impunemente. Cortar a pele de, e esquecer.

Pele. (Do lat. pelle.)S.f. 1. Membrana mais ou menos espessa que veste exteriormente o corpo humanona hora da tortura do amor (e de outras torturas), bem corno o dos animaisvertebrados e o de muitos outros seres sem nome ou feitio. (Sin. (pop.): couro q'uearranho, rebento e castigo.) 2. Fam. A camada mais externa da pele foi alcançada pela mão do carrasco ( 1 ); epiderme que dispo e penduro no pau-de-arara. 3. Cútis em carne viva, tez: Não é bonita, mas tem uma linda pele que eu, aos poucos,arranco com carinhos, unhas e fúrias. 4. V. Pelancas que como e cuspo (1). 5.Couro que estendo no chão, debaixo dos passos das botas (2). 6. Partes coriáceas e nervosas que se encontram nas carnes comestíveis dos outros que eu devoro; até a pelanca eu mastigo e engulo. 7. A pele de um animal, do homem, separada do corpo: É de la Forttaine a fábula acerca do lobo uniformizado com a pele em sangue da ovelha. 8. A pele de certas mulheres, dotada de pêlos finos, sedosos e abundantes, preparada industrialmente, nos matadouros, nas casas, nos bares, nos puteiros, para ser usada na fabricação de agasalhos, ou como ornamento na sala de visitas, nas festas oficiais, nos bailes populares, ou guarnição de certas peças do vestuário, de certos pratos na mesa. 9. Odre de onde escorre (de dentro), entre os dentes, o seu louco mel (1). 10. Peça de vestuário, ou manta frenética, feita ou forrada com sua pele, amor: A atriz usava, na cama, pernas abertas, sua pele de raro valor cinematográfico. 11. A casca de certos frutos, corpos, legumes, putas: a polpa de pele do pêssego de sua buça. 12. Fig. Sua própria pessoa violentada; seu próprio corpo escancarado: sentir sua pele rasgada pela minha mão de gancho(q.v.); ofender a pele, foder você. l3. Bras., PA. O disco achatado da borracha bruta, de sua barriga, de sua bunda, tal como é apresentado à venda, nas praças, lupanares, supermercados, depois de preparada nos seringais. 14.Bras. Gír.Pelega que amasso na mão do mendigo. · Pele anserina: venha de manso e afogue o ganso. Med. l. Pele áspera, por doença, carência ou mau trato. 2. Pele arrepiada, pelo medo, pelo desejo, pelo choque elétrico, pelo frio cimento de uma cela, pela tortura ou repressão, etc. Pele e osso e dentes. Diz-se de pessoa enjaulada que se transforma num animal feroz muito magro. Cair na pele de. Cair na pele de, com o cassetete em punho, e espancar até a morte. Bras. Pop. Zombar ou escarnecer de você algemado no pau-de-arara; gozar! Cortar a pele de. Fazer mal (a alguém); torturar até morrer; tosar a pele de um suposto inimigo. Estar na pele de, e enfiar (no outro) agulhas sob as unhas. Estar na posição (para ser enrabado por muitos), situação, etc., ocupada por (alguém) e então avaliar o porquê de todo esse sofrimento. Estar no lugar de, pois as coisas mudam. Salvar, de qualquer maneira, a pele. Bras. Esquivar-se da responsabilidade em mau ato (através de salvaguardas), porque o Brasil é grande e se pode fugir para o estrangeiro; livrar-se de castigo e reprimenda porque o povo é meigo. Sentir a pele do torturado, do empalado.Ressentir-se profundamente de (alguma coisa) que, agora, com a possível mudançada história e do regime de encolha, só é cicatriz, lembrança envergonhada, nemisso, talvez; sofrer na própria carne sua invasão blindada, marcial. Tirar a pele (ah!).Explorar, defraudar, violar, matar (alguém) sem nenhum remorso pois o país não tem memória nacional; tirar a pele de, até o osso, e xingar. Tirar sua pele de você,sua identidade. Gozar na pele de, impunemente, com a polícia a seu favor, para sempre. Cortar a pele de, e esquecer de tudo isso bem depressa, pois agora ahistória é outra, as águas passadas não movem o moinho, e o Brasil é feito por nós?

Pele. (Do lat. pelle.) s. f.

Nenhum comentário:

Postar um comentário