Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

.

eu queria tanto
ser um poeta maldito
a massa sofrendo
enquanto eu profundo medito
eu queria tanto
ser um poeta social
rosto queimado
pelo hálito das multidões
em vez
olha eu aqui
pondo sal
nesta sopa rala
que mal vai dar para dois


- Paulo Leminski - 

Um comentário:

  1. PASTICHANDO P. L.
    Eu queria tanto ser Leminski poeta
    Traçando geniais ideias no papel.
    E no entanto eis-me aqui um pateta
    Girando tonto num velho carrossel.

    Eu queria tanto ser escritor audaz
    De influenciar gente e fazê-las ver
    Mas eis-me aqui pensador fugaz
    Completamente sóbrio a escrever.

    Fico portanto quieto, acomodado
    Escrevinhando triste este pasticho
    Que além de tudo, por seu lado

    Não passa de medíocre capricho
    Arroz e feijão, com ovo temperado
    Que de vergonha falo num cochicho.

    ResponderExcluir