Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

domingo, 9 de março de 2014

O Porco Morto Jaz



Eu vi um porco morto.
O defunto estava sobre a mesa.
A mesa estava na cozinha azul.
O meu coração doeu pelo porco morto.
E pelo modo que esse atroz mundo é torto.
Preciso, necessito, anseio
sobre o porco morto falar.

Não me ensinaram que a morte
essa que interrompe a vida,
essa “sinal de fracasso e dor”,
não me ensinaram que a morte
em toda sua complexidade é horror?

Eu vi um porco morto.
O porco que um dia foi filhote
porquinho risonho...
pulou e correu, mamou nas tetinhas
rosadinhas da mamãe porca
respirou, comeu,
brincou...
sentiu sabor e afeição,
O porco que eu vi
em algum momento foi sangrado.
Uma torrente vermelha, caudalosa,
encorpada como é o sangue,
espirrou!
depois...
esvaiu lentamente de suas veias.
Ele gritou, sentiu dor, chorou.
Ninguém se importou.
O porco que eu vi perdeu, enfim,
para bem seu, dada a circunstância,
a consciência e desfaleceu,
então, faleceu.
Morreu.
Estava morto o porco.
Inerte. Sem vida.
Sem mãe, sem filho.
Sem pão, nem irmão.
Morto o porco,
foi esquartejado
na lâmina afiadíssima.
Duma faca?
Duma lâmina industrial?
Que já lhe importava?
Já findara para si seu mal!

Para o frigorífico,
a vida sempre continua...
a vida embasada na morte.
Quem sabe que processos aquele cadáver
sem culpa ou crime foi submetido?

Quantas varejeiras solenemente o beijaram?

Um movimentou ousou dizer.
Uma onda procurou avisar!
Fazer perceber...
Com a boca gritar...
Está errado!
Está errado!
Só tira a vida
aquele que a pode dar.

“Loucos!”
“Ouçam, mereçam nossa zombaria!”
— ecoaram as vozes da maioria.
Dos homens de branco que não são da paz.
Açougueiros se vestem de alvo
e tingem as vestes do escarlate
dum ser indefeso; a cor, tanto faz.

O porco morto,
cadáver em decomposição,
foi contado com tantos outros,
embalado, vendido,
assado, servido.

Em produto alimentar
mecanicamente convertido.

Foi ali, sobre a mesa,
rodeada pela família alegre,
eu o vi.
Vi esse porco, mas, alguns
garantem que eram linguiças que
estavam ali.

Tenho certeza que era um porco.
Meus olhos viram bem.
E estava morto. Sim, sou testemunha.
E, além de tudo, dentro das tripas,
aninhado e temperado,
enfeitado e assado,
para seu gosto ruim ser disfarçado,
os pedaços de, quem sabe que partes
do desafortunado defunto assassinado.

Um momento, um prazer fugaz
e o porco que eu vi
já não estava ali.

Cemitério é o lugar daqueles que
a vida já não mais possuem.

Dentro dos estômagos dos meus amados,
eu não vi, mas sei que bem fundo,
no ventre profundo...
bem ali... por muito tempo se decompondo
apodrecendo, se movendo,
os bichos comendo, desfazendo,
eu sei... eu sei...
digestão dum porco morto...
o porco que era vivo e foi morto
no estômago do ventre jaz.
Descanse em paz!


Aline Negosseki Teixeira – 08.10.2013 – 16h14min





Uma mãe não-humana reconhece seu filhote entre 400 outros ou mais.
Não apenas pelo cheiro. Mas pelo som da voz e da aparência.
Mãe e filhotes não humanos têm lembranças.
Sentem afeto e possuem sistema nervoso complexo.
Mesmo quando os sistemas são adversos (no caso de não-mamíferos) a sensciência e direito à vida também está lá, em cada ser, nos fluídos, nas moléculas, nas células, nas antenas, em tudo que cada animal compreende como seu papel e destino dentro da biosfera.

Bilhões de porcos e outros animais indefesos são criados confinados, maltratados, humilhados, modificados, mutados, envenenados, feridos e depois dolorosamente mortos todos os anos só para...
...que o ser humano sinta prazer por alguns momentos.
O animal humano não precisa de carne em sua dieta.
O DNA humano se assemelha aos primatas herbívoros. Sendo que possui em seu DNA cerca de 99 por cento de semelhança aos gorilas que são muito fortes e comem basicamente frutas, vegetais, sementes... e quase nada com espécies carnívoras. Nem em DNA, nem em semelhança explícita quanto ao trato digestivo, mão, dentes.
A carne na dieta humana causa uma série de doenças que levam à morte.
Mata mais que o cigarro e o trânsito, estatisticamente.
Produzir 1 kilo de carne chega a consumir 7 ou 8 vezes mais água que 1kilo de grãos, frutas ou outro vegetais.
A produção de carne devasta florestas, polui mananciais de águas puras, e causa fome em países de terceiro mundo que tem a produção agrícola vendidas para países desenvolvidos para virar ração de gado.
A FOME descomunal que sofre-se no mundo tem solução:
A extinção do consumo de carne, solidariedade e democratização do conhecimento.

Transformar conhecimento em comportamento

Na imagem, câncer intestinal.

Não importa o quanto você asse, cozinhe, frite e mate ainda mais a carne em putrefação (o processo de decomposição é imediato ao óbito) dos animais, os vermes ainda entrarão em seus intestinos e ceifarão dia após dia sua vida, sua clareza mental, sua disposição.


Mas, então, o que comer???
Comer é prazer, comer é viver, comer é ser feliz junto...



Diabetes, problemas cardiovasculares, cânceres, doenças auto-imunes, distúrbios da pressão arterial, tumores, nódulos, e um sem fim de outras doenças poderiam ser evitadas com uma alimentação misericordiosa, racional, deliciosa à base de frutas, legumes, vegetais, grãos integrais germinados, sementes, seivas, sumos, sucos...
Uma alimentação viva, que não apensa cura e livra nossas entranhas do muco, como mantém o corpo saudável, jovem, cheio de vitalidade e longevidade, a mente clara, o humor feliz, a vida leve, a inspiração fluente, os sono tranquilo e os sonhos criativos frequentes.

Visite o CEASA de sua região.
Visite as feiras livres do seu bairro/cidade...
Incentive o pequeno produtor, trabalhador, que sustenta sua família com o fruto da terra comprando sua produção, incentivando o cultivo de orgânicos.
Diga não à indústria da MORTE, à indústria da DOENÇA.
Viva e deixe viver.

Leia, se informe, pesquise.
Questione de ONDE VEM aquilo que você coloca dentro do organismo, aquilo que se tornara o seu sangue e a sua carne.
Tudo.
O "remédio", a água, o alimento...




Um abç e até a próxima, Aline
;)






"Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio"
Hipócrates

"O erro da ética até o momento tem sido a crença de que só se deva aplicá-la aos homens." (Albert Schweitzer)


"Feliz seria a terra se todos os seres estivessem unidos pelos laços da benevolência e só se alimentassem de alimentos sem derrame de sangue. Os dourados grãos, os reluzentes frutos e as saborosas ervas que nascem para todos, bastariam para alimentar e dar fartura ao mundo” (Siddharta Gautama)


"Enquanto os homens massacrarem os animais, eles se matarão uns aos outros. Aquele que semeia a morte e o sofrimento, não pode colher a alegria e o amor." (Pitágoras )


"Haverá um tempo em que os seres humanos se contentarão com uma alimentação vegetariana e julgarão a matança de um animal inocente da mesma forma como hoje se julga o assassino de um homem."
Leonardo da Vinci

"Se os matadouros tivessem paredes de vidro, todos seriam vegetarianos. Nós nos sentimos melhores com nós mesmos e melhores com os animais, sabendo que não estamos contribuindo para o sofrimento deles."
Paul e Linda McCartney

"Nada beneficiará tanto a saúde humana e aumentará as chances de sobrevivência da vida na Terra quanto a evolução para uma dieta vegetariana. A ordem de vida vegetariana, por seus efeitos físicos, influencá o temperamento dos homens de uma tal maneira que melhorará em muito o destino da Humanidade."
Albert Einstein


"Enquanto o homem continuar a ser o destruidor dos seres animados dos planos inferiores, não conhecerá a saúde nem a paz. Enquanto os homens massacrarem os animais, eles se matarão uns aos outros. Aquele que semeia a morte e o sofrimento não pode colher a alegria e o amor."
Pythagoras

"Ser vegetariano é viver uma vida de paz, saúde e longevidade."
Sócrates, filósofo grego

"Se o homem aspira sinceramente a viver uma vida real, sua primeira decisão deve ser abster-se de comer carne e não matar nenhum animal para comer."
Leon Tolstoy


"Que horror é meter entranhas em entranhas, engordar um corpo com outro corpo, viver da morte de seres vivos."
Pythagoras

"Os animais dividem conosco o privilégio de ter uma alma."
Pythagoras


"Todas as coisas da criação são filhos do Pai e irmãos do homem. Deus quer que ajudemos aos animais, se necessitam de ajuda. Toda criatura em desgraça tem o mesmo direito a ser protegida."
São Francisco de Assis


"Não há diferenças fundamentais entre o homem e os animais nas suas faculdades mentais (...) os animais, como os homens, demonstram sentir prazer, dor, felicidade e sofrimento."
Charles Darwin


"A não-violência leva-nos aos mais altos conceitos de ética, o objetivo de toda evolução. Até pararmos de prejudicar todos os outros seres do planeta, nós continuaremos selvagens."
Thomas Edison

"Pois dos frutos das árvores e das sementes das ervas tão somente eu compartilho. Estas criaturas são teus companheiros na grande casa de Deus, sim, são teus irmãos e irmãs, têm o mesmo alento de vida na Eternidade. "E quem cuida da menor delas e lhes dá de comer e beber, o mesmo está fazendo comigo."
 Jesus de Nazaré, Evangelho Essênio da Paz


#GoVegan 

#AlimentaçãoViva





15 comentários:

  1. Limito-me a transcrever o que disse Leonardo da Vinci:

    "Haverá um tempo em que os seres humanos se contentarão com uma alimentação vegetariana e julgarão a matança de um animal inocente da mesma forma como hoje se julga o assassino de um homem".


    "Chegará o tempo em que o homem conhecerá o íntimo de um animal e nesse dia todo crime contra um animal será um crime contra a humanidade."

    ResponderExcluir
  2. Da próxima vez que a natureza me gestar quero ter uma mãe Aline tão humana. =]

    Tudo que você disse, inclusive no poema, assino em baixo - não sou vegetariano (ainda) mas nunca é tarde. No mais: não certo manipular a natureza como mera ração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Daniel... rsrsrs.
      O apoio, as palavras e principalmente o acolhimento marciano muito me contentam! Enquanto "por aí" a gente ganha pedras no lombo ao tentar divulgar uma coisa descoberta que foi maravilhosa na nossa vida, é bom por aqui sentir que se pode falar.
      Um dia todos chegamos lá (ou perto de algum lugar).
      Eu fiquei vegetariana com 19 anos, depois levei 8 para ficar vegana e mais 8 meses para começar (só começar) a entender que todas as doenças, infortúnios, injustiças que causamos a nós mesmo e aos outros, começa no prato. A natureza em que estamos é um ciclo infindo e causa e efeito. De fato, não é certo manipular nossa Mãe Terrestre, mas ela é justa e tem dado o troco aos que a ferem desde o início dos tempos.

      até mais! :)

      Excluir
  3. Que tristeza, que tristeza...
    Aos poucos, desfaço-me dessa coisa.
    Obrigada por colocar-me mais uma vez diante dessa crueldade, e me ajudar a dar mais um passo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada, Ana, eu quem fico agradecida pela oportunidade e bons olhos com que fui recebida nesse tema.
      Penso que algo que foi maravilhoso na minha vida, deva ser passado adiante.
      obrigada por comentar e um abç

      Excluir
  4. ASSASSINO À MESA
    Esse Homo sapiens cheio de razão
    Se auto intitula o ápice da criação:
    “Da natureza sou senhor absoluto,
    E reclamos dos outros não escuto”

    Para alimentar-se usa assassinato
    Pois direitos dos outros não é fato
    Julga os demais como inferiores
    Come-os sem quaisquer pudores.

    O porco vira salsicha na sua mesa
    E todo ser que se move ele mata
    Não lhe comovem a vida e beleza

    Numa corrida amoque insensata
    O homem é um vírus da natureza
    Energúmeno que vive de bravata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns pelo soneto!!!!

      Sabe o que eu acho?
      O Brasil precisa urgente de um Castro Alves no movimento abolicionista animal...
      Alguém que fale dos caminhões boiadeiros, das senzalas que confinam vacas leiteiras sugando o leite dos filhotes que lhe inseminam sucessivamente, assassindo-lhes os filhos que anemizam, dos gansos, coelhos, macacos, pássaros, cavalos estropiados no turismo e "econegócio" de recicláveis... ovelhas e cabras... todos eles... todos...
      Uma voz... apenas uma... que saiba fazer chorar a nação, agora ou no futuro, como Castro Alves fez...

      Excluir
  5. Eu ia te convidar pra almoçar... Ia!l Lá em casa só tem torresmo e estou sem tempo de passar na feira, sacolão, hortifrúti e afins, rss... Então fica para outra oportunidade. Por outro lado, matando o tempo, opps! Digo fugindo da ociosidade me encantei com seu texto "...Porco" etc.

    ResponderExcluir
  6. Fiquei muito empolgada com os comentários.
    No sentido de que... Bem, embora já tenha escrito aqui em outras vezes, essa é a primeira vez que falo desse assunto por vezes tão polêmico. Me senti acolhida... e tinha imaginado que não seria diferente. Ao que me parece tudo que é hostilizado e apedrejado na terra, é bem recebido em 'Marte'. :D Muito obrigada por esses "ouvidos" que se atentaram ao meu poema... e esse assunto que mudou minha vida.
    Abçs!

    ResponderExcluir
  7. Você arrasou, Aline! É claro que muitos vão criticar, mas se com essas "palavras duras" você conscientizar mais uma pessoa, que pode levar a outra e por aí.... já é um grande começo!
    O importante é agir, dizer o que se pensa e difundir essas ideias para os que estão distraídos por aí, manipulados pela falta de informação, pela falta de tempo, pela preguiça... é importante acha o motivador para cada pessoa!

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!!! É isso mesmo Lúcia... Eu tmb andava distraída por aí... ainda bem que teve quem agisse, me mostrasse, e agora posso ver e sentir melhoras maravilhosas em minha vida e daqueles que amo, e até dos que nem pessoalmente eu conheço!!!!
      Pessoas que escrevem, produzem vídeos, tem paciência para conversar, manter páginas sobre o assunto. Para elas o nosso viva, que vão sendo elos dessa cadeia que quem sabe ganhará o mundo todo.
      Muito obrigada por ser sempre essa companhia compreensiva e carinhosa.
      um beijo!!!

      Excluir