Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

sábado, 25 de julho de 2015

#TAG3 ESCRITORES

MILKSHAKE LITERÁRIO #7SessãoExtra


25 de Julho – Dia Nacional do Escritor

“Escritor: não somente uma certa maneira especial de ver as coisas, senão também uma impossibilidade de as ver de qualquer outra maneira.”

Carlos Drummond de Andrade




Aloha! :D

Para comemorarmos o Dia Nacional do Escritor, vou responder essa TAG rapidinha que eu vi lá no Blog do Caíque Silva, o Escrita Literária. Chama-se Escritores e consiste, basicamente, em citar escritores que marcaram sua trajetória como leitor. Eu só fiz uma adaptação para mantermos as respostas dentro da literatura nacional. Vamos lá?

Perguntas:

1 - O escritor que te iniciou no mundo da leitura.
Ahh, creio que Maurício de Sousa é a resposta de 9 entre 10 garotos e comigo não foi diferente. Mas, o escritor que fez surgir em mim a paixão pela literatura brasileira foi José de Alencar, com A Viuvinha em 2003.

2 - Um escritor que te ganhou de volta e um que te perdeu pra sempre.
Flávia Cunha é uma escritora nacional que acompanho desde os tempos dos romances postados nos fóruns do Orkut. Sempre gostei de lê-la, mas não me empolguei muito com o seu último lançamento. Fui na estante, reli O Clube do Buquê, passei a vista nos irmãos Angelis e nos irmãos Bennett. Assim, resgatei toda a essência da autora, e com essas lembranças ela me ganhou de volta. Na espera dos futuros lançamentos Flavinha, sou sua fã.
Para sempre é muito tempo, vamos dizer que eu dei um tempo em Guimarães Rosa e Grande Sertão: Veredas. Achei a leitura cansativa, não consegui avançar muito e desde então nem voltei ao livro nem peguei qualquer outra coisa do autor para ler. Mas, pretendo voltar.

3 - Um escritor brasileiro.
Aline Negosseki Teixeira, representa muito bem o que a literatura nacional tem de melhor com os seus graciosos romances. Se eu tivesse uma editora, ela seria minha autora de destaque ;)

4 - Um escritor "zona de conforto".
Martha Medeiros. As crônicas da jornalista seguem um roteiro bem parecido, giram quase sempre em torno de uma mesma temática. Mesmo assim, são leituras que eu considero muito agradáveis e reflexivas. 

5 – Um escritor que você traria de volta dos mortos.
Ahh, essa pergunta é muito injusta porque eu queria trazer vários.
Mas, hoje eu traria Erico Verissimo! <3
Ter mais alguns livros inéditos dele na estante é um sonho permanente de consumo, além de ter a chance de um autógrafo e a oportunidade de dizer o quanto sou apaixonada por sua obra... *sonhando*

Pena que acabou, porque eu adorei as perguntas!
Respondam também aqui nos comentários e assim eu acabo conhecendo as preferencias nacionais de vocês.
Mil vivas aos nossos escritores nacionais.



Mahalo :*

2 comentários:

  1. Soneto-acróstico

    Ouvi portanto, ó mundo expectante!
    Das palavras toda sabedoria emana
    Infenso ao apedeuta e ao ignorante
    Ao trevoso, escritor dá uma banana.

    Deixem os sete pilares da sapiência
    Obliterar as trevas que tolhem a vida
    Escritores com vontade e consciência
    Saciam do saber a penúria incontida.

    Cada livro é uma janela escancarada
    Revelando lá fora uma paisagem nova
    Infeliz do homem que daí não tira nada.

    Todo escritor, contudo, algo ele prova
    O mais das vezes indica ali é a estrada
    Resume o existir até o fim, até a cova.

    ResponderExcluir
  2. Eita que se vc fosse Jesus teriam muitos Lázaros por aí kkkkkk

    ResponderExcluir