Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

sábado, 30 de janeiro de 2016

A ARTE DE SER INESQUECÍVEL

MILKSHAKE LITERÁRIO


Capa linda do lançamento de Aline Negosseki Teixeira


               Aloha! :D

São tantas emoções nessa postagem, que nem sei por onde começar!
Nunca consegui escrever uma resenha para nenhum livro de Aline Negosseki Teixeira, apesar de já ter lido todos os publicados e das milhares de anotações espalhadas pelo arquivos de Words e Pdfs. Quando termino um livro alinesco, o turbilhão de sensações que me acomete é imenso, vocês não poderiam fazer ideia, eu mesma ainda não faço. E eu sempre penso, que nada do que eu me arrisque a pôr no papel, vai chegar a um décimo daquilo que eu realmente gostaria de dizer. Só que dessa vez, resolvi me aventurar.

Conheci Inesquecível, em quase sua totalidade, há alguns anos, quando conversávamos (Eu e Aline) sobre a enxurrada de bad boys que estavam aparecendo no mercado editorial. Ahhh Téo, foi paixão à primeira lida. Não posso culpar a Larissa por ter sentido o mesmo...
Mas, esse romance ficou em suspenso, enquanto Aline trabalhava em outros projetos. Quando ela me contou que tinha chegado a vez de Inesquecível ganhar o mundo, o coração palpitou. Não estava acreditando, finalmente eu iria conhecer a totalidade da história de Téo e Lari!
Logo no comecinho, na sessão denominada “Sobre Canções e Inspirações”, o primeiro baque no coração e o responsável por me deixar com o coração apertado durante todo o texto. Prestem bem atenção nessa parte.
 O texto é dividido em 7 Atos, como em uma peça teatral, mais uma Cena Final. O texto de Aline é leve e denso, uma mescla incrivelmente bem dosada. As personagens são intensas, cheias de personalidade, cativantes.
Teodoro é um chargista, apaixonado por rock and roll e velocidade! Fã de carteirinha do Guns N’ Roses e das Motocicletas Harley-Davidson (Como não amaaaaar?), alto, olhos claros e misteriosos, indefiníveis... Decidido (teimoso) e apaixonante.
Larissa é uma meiga estudante de gastronomia, que já passou por muitos altos e baixos ao longo da vida, mesmo tendo tão pouca idade. Por isso mesmo, tem sempre suas reservas em confiar, não tiro sua razão... Mas o mais bonito em Larissa é que ela não tem medo de se dar uma nova chance e o seu coração continua bondoso, apesar de tanto sofrimento.
De quebra ainda conhecemos D. Soleá, a avó paterna de Larissa e sua verdadeira segunda Mãe e Pai, que guarda segredos tão bonitos quanto doloridos...
Os acontecimentos são intercalados entre o passado, antes mesmo dos nossos protagonistas nascerem, e o presente. O romance corre solto e é de tirar o fôlego! 

Não posso contar muita coisa, para não ir estragando as surpresas. Esse é um livro lindo, que merece ser lido com calma e ser refletido. Você pode até achar clichê o que vou dizer, mas é muito fácil se esquecer de que nada dura para sempre nessa vida. Ficar em cima do muro por medo de se magoar é a pior bobagem, assim magoa-se muito mais. Aline, como sempre, faz a gente sentir tudo o que as personagens estão passando. Nos envolvemos de verdade com a história e isso acontece da maneira mais natural possível.

À autora, só me resta agradecer a cada novo livro, que sempre me traz tantos aprendizados. A história me deixou com aquela vontade de ler mais, de saber detalhes, queria o dobro de páginas! Ainda vou ficar marinando, por uns dias, certos acontecimentos, sempre pensando no "se"... E os outros momentos de pura ternura e amor, são incríveis, emocionantes. Vocês hão de concordar comigo que o nome faz jus a obra e esse é um romance Inesquecível.
E agora, eu já estou à espera do que Aline me reserva nos futuros romances!

P.S: Ontem eu fui curar minha DPL (Depressão Pós-Livro) correndo no parque, ao som de Appetite for Destruction e Use Your Illusion I. Recomendo a todos (: 
AQUI, a playlist que montei no Youtube, com base nas dicas da autora, em sua postagem oficial no Blog Oficina Letras Lilases.

Para Saber Mais:



Mahalo :*

 

8 comentários:

  1. Li todo o texto e vejo que o romance promete; li alguns nesse tom e gostei bastante.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Promete e cumpre Lourisvaldo, emoções garantidas da primeira a última página. :D

      Obrigada pela visita, seja sempre bem-vindo!
      Abraços.

      Excluir
  2. Acho que deve ser muito bom.
    Terinei agorinha "O Amante Japonês", de Isabel Allende. ainda com o gostinho no fundo do céu da boca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada como um bom livro, para deixar na gente essa sensação gostosa de uma felicidade nostálgica, não é Ana?
      Oba! Adoro uma dica de leitura, o título já está anotado. <3

      Obrigada pela visita, volte sempre!
      Abraços

      Excluir
  3. Que lindo, Ly!
    É Inesquecível, ler sua primeira resenha de um livro meu, quanto mais vê-la chegar até em Marte. *-*

    Vc é maravilhosa! Obrigada por tudo.
    Fico ansiosa por pensar histórias, que é o que faço a todo momento, rsrs, sempre pensando ansiosa em o que vão vai sentir! *-* "O que Ialy achará?" e ler isso me motivou até na altura do céu, pensando "continua, Aline, apesar de tudo - vc está fazendo isso certo!"
    *---*
    bjos infinitos

    Aline

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline! <3
      Muito me honra sua visita e comentário no MilkShake Literário.

      Poxa! Assim, nem sei o que escrever com o seu comentário. Fico feliz então em ter tomado a coragem de publicar minha resenha. Espero mesmo que você continue, sempre.

      Obrigada! :*

      Excluir
  4. Respostas
    1. Ah Bruna!
      Assim que ler, venha compartilhar comigo o que achou. Será uma conversa muito agradável.

      Obrigada pela visita, seja sempre bem-vinda!
      Abraços.

      Excluir