Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

sexta-feira, 11 de março de 2016




ABSTRATISMO

Não vejo o tempo,
Mas o relógio me mostra as horas.

Não vejo o desejo,
Mas teu corpo me mostra o sexo.

Não vejo o conceito,
Mas o espelho me mostra alguém nada bonito.

Não vejo o amor,
Mas você, diante de mim, cessa esse abstratismo.


Ricardo F Banholzer

Fevereiro / 2016.

Um comentário:

  1. Na frente o concreto
    No sentido mais lato
    Será que o arquiteto
    Deprecia o abstrato?

    ResponderExcluir