Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

EM BREVE...

Em sinal de perigo o gambá exala seu perfuminho gostoso em seu adversário. O polvo, quando cercado, solta aquela tinta preta e se embala num estalo. Já o lagarto de chifres esguicha sangue pelos olhos em seus predadores... São apenas alguns exemplos de como se comportam os mais frágeis na presença de um inimigo mais forte.
Ganha um doce quem souber como o caju se comporta quando está em mãos perigosas. Com noda! Chupar ou espremer um caju requer perícia e cuidado, do contrário é noda na certa...
Após o carnaval (ninguém é de ferro...), vão rolar aqui no POETAS DE MARTE as impressões de um sujeito chamado Caju na nova coluna: É NODA! Porque se fosse foda era bom...
Espero vocês assim que o ano começar!
    

2 comentários:

  1. É NODA! Porque se fosse foda era bom... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    morri de rir, que manche todas as camisas que puder

    ResponderExcluir
  2. O que será que vai rolar?

    Haja alvejante para remover a noda....

    ResponderExcluir