Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

terça-feira, 13 de março de 2012

Unidos pela coca


Milhares de pessoas saíram às ruas em várias cidades da Bolívia em um protesto batizado de “Jornada da Mastigação”. Com folhas de coca na boca, eles pediram a legalização do consumo da planta, que faz parte das tradições andinas há milênios. A manifestação aconteceu no mesmo dia em que o presidente Evo Morales defendeu a tradição do uso da coca diante da agência das Nações Unidas, na Áustria.


(Clique na imagem)

13 comentários:

  1. Massa você ter tocado nesse ponto, Cristiano. É uma coisa que temos que ter em mente: drogas sempre existiram e continuarão existindo. Toda a violência instaurada e legitimada na luta contra as drogas é fruto do proibicionismo. A humanidade só passou a ter problemas com as drogas após a sua proibição. Uma política de redução de danos é fundamental para impedir truculências repreensivas e mortes pelo tráfico. Portugal ao liberar todas as suas drogas ilícitas e prestar assistência aos usuários, ao invés de investir na repressão deu exemplo mundial e reduziu o consumo de entorpecentes e aos poucos já caminha para descaracterização pejorativa dos usuários.

    E aqui no Brasil com a liberação das marchas, ocorrerá o MAIO VERDE (que vai até junho) pró-legalização da maconha.

    E assim caminhamos em busca de um mundo mais humano e tolerante.

    ResponderExcluir
  2. Em tempo, excelente humor na tirinha!

    ResponderExcluir
  3. Bem, primeiro devo dizer que trabalhei por alguns meses na Bolívia, e lá é comum a gente comprar as folhas de coca no mercado público e mascá-las a qualquer hora em qualquer lugar. Não dá barato, mas é um auxílio inestimável para suportar a falta de oxigênio naquelas altitudes maiúscula em que se encontram La Paz e Cochabamba, por exemplo.
    Em segundo lugar sou a favor da liberação das chamadas drogas, afinal álcool e fumo são drogas e são liberados.
    Em terceiro alguns haicais sobre maconha:

    Marijuana
    Fumar maconha
    É bom e só precisa
    Não ter vergonha.

    Marijuana

    Comer maconha
    Melhor que fumar por que
    Não tem peçonha.

    Opção

    Morder a fronha
    Não é recomendável
    Antes maconha.

    Benefício

    A vida bisonha
    Fica bem melhor depois
    De fumar maconha.

    Viajar

    Para quem sonha
    Com mundo encantado
    Melhor maconha.

    Nota de rodapé: Não bebo, não fumo e não uso drogas, apenas entendo que cada um é dono de sua verdade, não tenho direito de ser contra a opção dos outros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os haicais ficaram bons! Parece que alguns eu já conhecia de alguma outra postagem(posso estar enganado)

      Concordo com a opinião do Caju, contudo acredito que isso seja muito delicado e para começar a ser executado deve ser planejado e financiado com força total.

      Temo, aqui em nosso país, que as coisas sejam feitas pela metade como em vários setores.

      Muita paz a todos!

      Excluir
    2. De fato é uma questão delicada e complicada para um país com o índice de corrupção como o nosso. Mas algum passo tem que ser dado, e que seja pra frente.

      Excluir
    3. Isso, meu amigo, eu concordo plenamente!

      Excluir
    4. OLá onoraveias Crianças!
      Caro Everson preso lhe dizer que esse assunto deva render mesmo, aqui nesse país ocorrem muitos problemas por causa das drogas - mas observo que as maiores vilãs: cigarro; ácool, conntinuam nas ruas e nas casas das famílias. Não sabia que Portugal havia "legalizado" mas fiquei impressionado de como as coisas melhoram em detrimento ao que acontece no EUA. Em fim quem nunca fez nada ilegal? E quem gosta de ser reprido, repressão só traz mais repressão. Não me leve a mal caro Everson, só quero deixar claro que esse assunto deva ser discutido mesmo. Namastê!!

      Excluir
  4. As políticas antidrogas que existem nos EUA e em outros países que copiam esse modelo, tal qual nós macaquinhos imitadores, não conseguem de fato reduzir o consumo. Proibir qlq coisa é promover a ilegalidade. Promover uma conscientização e criar uma política de redução de danos é algo muito mais efetivo. Cuidado maior com a saúde publica é cuidar das pessoas e evitar mortes a bala.
    Quem consome álcool e/ou tabaco e condena outras coisas é, no mínimo, incoerente.
    Jair, excelentes haicais.
    Legalizar significa q vc vai poder plantar e a felicidade será uma flor sem nenhuma mancha de sangue.
    OBs.: Inclusive, Fred, publica aí o vídeo que vc disse que colocaria sobre Portugal (aqui ou no cronisias.blogspot.com).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Repito o comentário que fiz sobre a opinião do Caju. É muito complicado acreditar que a coisa funcionará num lugar onde existem ongs que não efetivam nada. Num país onde o poder público cultiva o descaso para com os consumidores de drogas em geral.

      Há que se haver uma nudança radical em nossas atitudes

      Excluir
    2. Tá lá, Carranca: http://cronisias.blogspot.com/2012/03/politica-de-drogas-eua-x-portugal.html

      Excluir