Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Sobre gatos e gatas

                                    à Silas Malafaia

Não me gasto com o gosto dos gatos,
Nem com seus gestos inatos:
pois há gato que gosta de gata
E gato que gosta de gato.

Que se desgastem gatas e gatos
em seu mais felino trato:
se agatanhem nos muros altos:
miando, gemendo em seus atos.

Só o gatuno é que constata:
vigia o movimento no mato,
no teto, vê os afetos e tatos
e, podendo – os rouba, os mata.

A gata se preocupa com o fato,
defende-se com unhas de prata:
pois há gata que gosta de gato
e gata que gosta de gata.

diretamente da PeriferiadoMundo

2 comentários:

  1. Muito bom, meu caro! Um tapa sem mão na cara desses homofóbicos que não conseguem segurar uma gata pelo rabo!!!

    ResponderExcluir
  2. Viva para a menina chamada LIBERDADE!

    ResponderExcluir