Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Cagar é preciso, viver nem tanto.


Fazendo força neste solitário trono
Como todos o fazem todos os dias
Penso acerca desse triste abandono
Das almas perdidas nas periferias.

Sinto-me com o pensador de Rodin
Em refletido e profundo pensamento
Cogitando sobre o hoje e o amanhã
Envolvido em secular desolamento.

Já que não há como não sentar aqui
Apreciemos pois esse ato particular
Façamos número dois ou apenas xixi
E aproveitemos para muito pensar.

Então não posso negar o quanto vivi
E o quanto aprendi na hora de cagar.

3 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    amigo, vc é demais!!!!!
    Ninguém deixa de passar por momentos como esses!!!!!
    Todos somos iguais!!!!
    bjos e bom final de semana!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  2. Jair, pra variar, desconcertantetemente correto (com o reto ou não!).

    ResponderExcluir